15/09/2020 às 21:24 Hospitality Hotelaria

Venda desejos e não apenas benefícios racionais

202
4min de leitura

O que as fotografias podem fazer pela estratégia de Marketing e Branding de seu hotel?

Vivemos rodeados de imagens. Nos sites, nas redes sociais, na televisão, nos anúncios de outdoors. Para onde olhamos, encontramos fotografias. Em marketing, a fotografia pode ser o fator determinante do sucesso ou do fracasso de uma campanha. Em hospitalidade, fotos inadequadas, que não conseguem expressar a real atmosfera do local e não condizem com sua marca, não contribuem em nada para uma estratégia de sucesso, pelo contrário, fazem mais mal do que bem.

Os hóspedes estão ávidos por viver novas experiências e essas experiências começam quase sempre por uma procura online. As fotos são a primeira impressão que passamos ao potencial cliente. Se eles não acreditarem no que suas fotos transmitem, eles pularão para o próximo fornecedor em questão de segundos. Oito segundos para ser mais preciso, conforme estudo realizado pela Microsoft em 2013 (era de 12 segundos no ano 2000, e continua caindo. Para se ter ideia, a atenção de um peixe-dourado é de 9 segundos).

Como fotógrafos, atuando em uma indústria que exige uma narrativa que transmita valor por meio de imagens, devemos perguntar "o que nossos clientes querem de nós?" A resposta: inovação e retorno sobre o investimento feito.

Para ser um bom profissional no mercado de fotografia de hotelaria, aliás, em qualquer mercado, é preciso não apenas dominar as técnicas de composição, enquadramento, etc. mas também apresentar ideias novas, poder de narrativa e conhecimento do mercado de Turismo. Por exemplo, hoje é fundamental incorporar vídeos ao mix de uma campanha hoteleira. Ser capaz de produzir material em vídeo, feito com câmeras e drones, com ou sem personagens (lifestyle), possibilita oferecer conteúdo novo e diferenciado para seus clientes. Vídeos ajudam a conquistar o engajamento do público atual e essa é uma tendência que não pode ser ignorada.

Pontos a serem planejados

Fotógrafos especializados em hospitalidade devem, em conjunto com os profissionais de marketing do hotel, considerar sempre três fatores:

1. Como o hotel pretende se posicionar no mercado, no seu nicho e junto ao seu público;

2. Como transmitir com qualidade os valores da marca;

3. Como expressar exclusividade (os diferenciais da marca);

Em hospitalidade, a fotografia deve estar como um dos principais focos das estratégias de marketing e de posicionamento de marca (Branding). As fotos e vídeos precisam criar um sentimento de conexão e de provocação com os potenciais hóspedes, expressando com naturalidade as experiências que eles terão durante a sua permanência.

“Você cobiça aquilo que vê todos os dias."

Justamente pela atenção do público estar caindo ano após ano, o segredo está em não apenas ter boas fotografias, mas também em não ter imagens ruins. Consistência é o nome do jogo.

Uma foto mal enquadrada, mal concebida ou com aparência barata pode derrubar a avaliação sobre o hotel; mesmo que se gaste muito dinheiro no site, nos textos e em detalhes gráficos de alta qualidade, fotos feias arruínam a primeira impressão. E é essa que conta.

Um estudo recente feito pela OTA Hoteis.com concluiu que quase 70% dos entrevistados confirmaram que as fotos do hotel influenciaram seu processo de tomada de decisão. É claro que, há anos já se imaginava que isso era verdade, pesquisas parecidas já haviam sido feitas para entender como a fotografia influencia os clientes. Por exemplo, foram feitos dois sites de um mesmo hotel na Inglaterra, um deles com fotos monótonas e de baixa qualidade, e um segundo site com imagens excepcionais. Não foi nenhuma surpresa que a diferença no número de reservas feitas nos dois sites foi enorme, sendo que o segundo teve muito mais sucesso. Isso porque o nosso olhar é direcionado automaticamente para as imagens.

Lembre-se da célebre frase do Dr. Hannibal Lecter no clássico filme O Silêncio dos Inocentes: “Você cobiça aquilo que todos os dias."

Por isso é importante que as imagens criadas para o seu hotel despertem o desejo nas pessoas e esteja presente em diversos canais de comunicação.

O poder da linguagem e da narrativa visuais

É importante pensar sempre em retratar a história e a vocação do estabelecimento, saber fazer isso é uma verdadeira arte e exige conhecimento do mercado de turismo e muito repertório. Hotéis normalmente têm uma narrativa própria e o fotógrafo deve ter sensibilidade para abranger a história da propriedade, por quais motivos ela é tão procurada, planejar com cuidado o roteiro, os ângulos, temas, cenas, etc. que valorizem essa história e seus diferenciais. As pessoas quase sempre compram por emoção e, se houver uma narrativa interessante, uma história convincente e uma linguagem visual que as atraia, seu negócio se torna ainda mais desejável.

Enfim, para entregar valor às marcas do setor de hospitalidade, o fotógrafo precisa entender que seu trabalho, suas imagens, deve ser consistente com as diretrizes, valores e a cultura de cada uma delas, bem como com os valores que os hóspedes atribuem às viagens e ao destino que elas representam, pois elas (as marcas) foram criadas justamente para falar com esse público pré-definido.

Para o setor hoteleiro sair bem na foto é mais do que apenas uma questão estética. Ela é uma questão de sobrevivência comercial.

15 Set 2020

Venda desejos e não apenas benefícios racionais

Comentar
Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL

Tags

branding content fotografia hoteleira marketing narrativa visual storytelling

Quem viu também curtiu

08 de Out de 2020

“Não sei, só sei que foi assim”.

22 de Out de 2020

Como transformar a estratégia de marketing do seu hotel usando o storytelling

20 de Nov de 2019

O QUE É HERO PHOTO?

Solicite seu orçamento!
Logo do Whatsapp